segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Cálculo do trabalho de uma força constante

Boom dia, para explicar direitinho isso, para que não fique duvídas resolvi começar com um exemplo, do cotidiano. Imagine uma caixa colocada em repouso sobre o solo plano e horizontal deve ser colocada em movimento e se deslocar durantealgum tempo. Com esse intuito, aplica-se uma força F constante que o faz sofrer um deslocamento  ΔS , conforme mostra a figura a seguir:

Assim como falei antes, sempre que um corpo está se movimentando ou tem possibilidade de entrar em movimento espontaneamente, ele apresenta certa quantidade de energia.Isso significa dizer que a caixa, inicialmente parada, não possuía energia relacionada ao movimento. No entanto ao se aplicar a força F, como o corpo adquiriu movimento, é possivel concluir que passou a ter energia . Fisicamente falando, a força que é aplicada na caixa realiza trabalho durante o deslocamento desse corpo, fornecendo energia para ele.
Calcula-se trabalho com : Força X deslocamento .
Supondo-se que seu deslocamento seja igual a 5m e a força seja de 100 N seu trabalho será igual a  500N.

Caso a força F não tenha a mesma direção do deslocamento, devemos indentificar suas componentes :
                                                      

Neste caso, calculamos trabalho dessa forma : Força X deslocamento X cosseno do ângulo .
 Detalhe : o ângulo é formado pelos vetores F e  ΔS .

Aluna : Jacqueline Oliveira Freitas
fonte : Módulo positivo, 2012.3, 1ª série do E.M. , página 9.

Um comentário:

  1. parabéns ! muito bem ! exemplo de blog o de vocês !

    ResponderExcluir